Arquivos

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros links
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis




Insanidade Total
 


Novo blog em andamento!!

 

www.patriciahipolito.blogspot.com

 

Postem lá!!



Escrito por pati hipolito às 16h13
[] [envie esta mensagem
] []





Se Paul me respondesse ao twetts...

Qual é o ser humano que não tem Twitter hoje em dia?
POUCOS!
E qual o beatlemaníaco que não gostaria de ter o twitter de Paul MacCartney?
Essa é a principal questão.
Imagine você, fã de Beatles twittando com Paul...
Não pense que não o procurei, infelizmente até hoje não obtive resposta, apenas em meus sonhos noturnos (NOTURNOS, pois sonhar é o que mais faço durante o dia todo!).
A eficiência do twitter é grande, mas a eficácia... Já não posso dizer o mesmo.
Na verdade vários MacCartneys me responderam, mas o verdadeiro, NÃO. Como sei?
ÓBVIO!
Nenhum destes “Pauls” foram originais, charmosos e, além disso, escreviam no estilo americano, e para quem conhece um pouco de inglês britânico, NÃO É A MESMA COISA!
Finjo que acredito nos “paradigmas MacCartney”, pois percebo que há muitos fãs querendo ser o ídolo. O rei do yeah yeah yeah, o real Príncipe britânico, não falo de Charles, mas sim do único, desejado e idolatrado Paul!
Um dia twittei a ele: What were you doing yesterday? 
E alguem me respondeu:
“I was thinking you, baby.”
Poxa, nem para escrever “Oh Darling!”…
Não devo mentir, FRUSTRADA?
 Sim!
Mas o que fazer se MacCartney não tem tempo nem para ele mesmo, quem diria para mim!
Mas como tenho ESPERANÇA  de sobra, aguardo o GRANDE DIA.
IMPOSSÍVEL?
Não posso dizer que sim, pois esta palavra não existe em meu vocabulário!
Tenho FÉ, e isso basta!




Escrito por pati hipolito às 19h07
[] [envie esta mensagem
] []





A alguém muito especial...

Me deixastes pensativa sobre nossa conversa... como pôde?
Concordamos de que o proibido é mais sabaroso, apesar da distância, o céu é o limite.
O tempo não conspira ao nosso favor, mas vamos dar o tempo que for para a perfeição desejada.
Conto segundos para vê-lo, parece uma eternidade.
Adoro quando faz companhia, isso é tudo!
Vamos viver cada momento como unico e oportuno. Não deixaremos nada passar despercebido.
Continuaremos do nosso jeito e um dia tudo acabará bem.
Mas não desejo que acabe tão cedo.
É o tempo. A vida. O momento.
Você.

Espero que goste...



Escrito por pati hipolito às 14h15
[] [envie esta mensagem
] []





Sem Mais

Flagrei-me pensando em ti!
Pena que só o acaso pode entender...
Coisas da vida.
Um dia contarei, mas por enquanto...é só...

 

 



Escrito por pati hipolito às 14h21
[] [envie esta mensagem
] []





Só...

Muito bom...rs..



Escrito por pati hipolito às 17h43
[] [envie esta mensagem
] []





Janis Joplin

Dizem que sou a cara...
Pena que não sou ela!

                         AmoOoOOooOo!! 



Escrito por pati hipolito às 16h38
[] [envie esta mensagem
] []





Sem mais

Caras e bocas...
Quem resiste a esse rosto tão bem linhado...
Sonho...aiai...
Please, ow yeah Mr. Postman...



Escrito por pati hipolito às 16h10
[] [envie esta mensagem
] []





...



Escrito por pati hipolito às 15h45
[] [envie esta mensagem
] []





Tell me why...

Boatos e mais boatos. Esses foram os resultados dos esperados shows de Paul McCartney no Brasil.
       Pelo jeito o astro do rock‘n’roll não pisará em terra tropical no ano de 2010. 
       Qual fã brasileiro do ex-beatle não gostaria de assisti-lo em Território nacional?
       Imaginem Paul ao vivo, a cores e penteado... Não, as madeixas podem permanecer rebeldes...  Mas Sir McCartney tomando um sol em Copacabana acompanhado de boas mulatas... CATÁSTROFE!  Branco como leite... Yeah Yeah Yeah...
       O Britânico e apaixonável Paul, nos chamando de Jude, Michelle ou Anna, nada mal... Aliás, sinto falta de Patrícia no meio musical... Boa idéia!
       Como somos brasileiros e não desistimos nunca, vamos atrás do passarinho “Blackbird” e gritar ao mundo “All you need is Love” e dizer ao Paul “here, there and everywhere” sonhei contigo “yesterday”... Magnífico!
        Mas se Peter Pan acredita em fadas por que não podemos acreditar em Sonhos?
Yes, we can!

Aguardaremos ansiosamente a chegada do maior e melhor vocalista (vivo) de todos os tempos, Paul McCartney!
        Mostraremos a ele que “Linda” ainda vive entre nós!
       
Finalizando, betlemaníacos “All my loving”, logo “The End”.

                                                                                                                                                                                                                                                                           Patrícia Hipólito



Escrito por pati hipolito às 15h35
[] [envie esta mensagem
] []





Brasil...

Depois de noites sem dormir, de tanta ansiedade e angustia,  aguardando um telefonema de meu Supervisor,eis a resposta : “Lhe aguardo amanhã, no Posto de Coleta. Um abraço. Ivo”. Foi um alívio.
           Quando passei no concurso do IBGE meus pais não esperavam uma administração tão mal resolvida como a de um órgão Federal. Eu tentei alertá-los, mas ninguém acreditou em minha palavra quando disse que não seria tão fácil. E depois minha mãe diz que meu quarto é uma zona!
           No dia que fui ao Posto de Coleta, local onde ficam os ACS e o ACM ( agente censitário supervisor e agente censitário municipal), percebi de como estavam lidando com a população em busca de um “bom” emprego.  Elogios daqui, xingos dali, e vice e versa, mas não indaguei nada, apenas observei. Sabe... Me arrependi de não ter reclamado no momento de fúria, mas agora é tarde.
Correr atrás do prejuízo é minha única saída.



Escrito por pati hipolito às 20h31
[] [envie esta mensagem
] []





Verídica

FRUSTRAÇÃO DE CRIANÇA

 

            Meu momento de mais tristeza, frustração em minha infância foi o de que minha mãe dizia ter vinte e nove anos. Passava ano, virava ano, mais um aniversário e ainda vinte e nove anos. E eu sempre acreditei, pois minha mãe nunca foi de mentir para mim.

            Lembro-me muito bem, aproximadamente aos sete anos, eu andava muito com meninos (ainda ando), e como todas as crianças, começaram a perguntar a idade das mães... Um disse quarenta e seis, o outro quarenta e eu VINTE E NOVE.

            “Duvido Pati, até parece que sua mãe tem só isso...”
            “Nunca né Pati, não tem como...”
            E eu disse: “ Vocês estão duvidando? Vamos lá, vou perguntar na frente de todos vocês.”

            Como moro em apartamento, sempre gritei minha mãe para que ela aparecesse na janela, detalhe: terceiro andar. Imagine o que os vizinhos deviam achar...

            “Mãeeee, manhê...”

            Infelizmente nesse dia, minha mãe estava muito brava, era muita bagunça minha e do meu irmão, nós não parávamos de gritar, ela mal dormia, enfim, a peguei no “dia da macaca”.

            “O que é Patrícia?”
            “Aparece na janela.”
            “Não vou aparecerrrrrrr, estou passando aspiradorrr, faaaalaa daí..”

            “Ta bom. Mãe, não é verdade de que você tem vinte e nove anos? Eles estão duvidando.”
            Nesse momento minha mãe desligou o aspirador e caiu na risada, e ninguém entendeu o por que. Mas pelo menos acreditaram em mim.

            A primeira oportunidade de que minha mãe teve de conversar comigo em particular foi na praia, passeando. Quando voltávamos para o apartamento ela, num tom sério, disse:

            “Filha preciso te contar um segredo...”.

            “Pode falar mãe.”
            “Sabe que confio muito em você né?”
            “Sim, pode dizer.”
            “Pati, é difícil pra mim, mas... Filha é o seguinte, tenho quarenta e dois anos.”
            Nossa, parecia que tinha caído o mundo para mim, fiquei tão triste, magoada com ela..

            “Por que mentiu para mim todos esses anos?”
            “Calma filha, é só minha idade.”

“Mas de vinte e nove para quarenta e dois há uma grande diferença né mãe?”
”Mas filha, não vai contar pra ninguém...”
” Contar o que? Que você tem QUARENTAAA E DOISS ANOSS?? ISSO?”
”Ta bom filha, então ta. Tenho vinte e nove.”
”Não minta.”
” Mas se falo que tenho...é..quarenta..”
”E dois.”
”Isso. Você fica revoltada. Só não quero que você saia por aí contando minha idade. Vamos fazer o seguinte, se alguém te perguntar diga que tenho uns trinta e cinco, fechado?”

Caí na risada...

“Tudo bem mãe, não direi nada a ninguém.”

Mas não imaginava que depois de tantos anos eu estaria escrevendo sobre isso.

 



Escrito por pati hipolito às 17h30
[] [envie esta mensagem
] []





Dias cinzas

O lago das águas claras

 

Em um lago que poluído está

Nadei mais a fundo

E não tive onde parar

Ou estável ficar

Não sabia como voltar

E nem boiar.

Ilhada fiquei em meus pensamentos

Que não passaram dos mesmos.

Nada melhora...

Em lágrimas caí

E me juntei às águas poluídas

Onde já estava,

E nada melhorou.

Não consegui mais voltar

E nem melhorar,

Somente chorar.

Tudo acontece,

Tudo aconteceu.

Mas nada me ajudou,

Pelo contrario,

Piorou.

Acenaram,

Acenou,

Mas somente acenou.

Ninguém quis me salvar

E nem no lago poluído nadar.

E assim, fiquei dias e dias

Enrugada pela água suja,

E minhas lagrimas secaram.

Infeliz fiquei.

Meus olhos vermelhos voltaram a ver.

Nadar?

Tentei.

Preferi ficar em meu canto,

Ilhada no mundo das águas.

As mesmas me interpretaram.

E a única que me entendeu:

Eu.

 



Escrito por pati hipolito às 17h18
[] [envie esta mensagem
] []



 
  [ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]